Mídia

ana lee CD MINHA CIRANDA

Elegância de canto e arranjos – Folha de São Paulo

Trabalho autoral cuidadoso, com boas canções – O GLOBO

Leve, simples e delicado – BLOGSPOT ACORDES

Cantora de poetas – O Estado de Minas

Bonita voz. Limpa e segura. Caprichada produção – Correio Braziliense.

Ana Lee se revela uma agradável surpresa, ideal para desfrutar em dias de paz interior – Gazeta de Alagoas

 

musica-906-mlb4730583588_072013-y

CD ANA LEE

“Ana Lee é intérprete precisa, com timbre bonito e envolvente… de voz doce, que caminha com segurança e serenidade por todas as nuances, amarrando as canções com um fio delicado de requinte” (Toninho Spessoto – Jornal Movimento).

“The madonna of seduction. Ana Lee’s delicate touch is fatally addictive.

Her voice captivates from the first note. In the vast pantheon of Brazilian divas, only Gal Costa has had a similar effect on me. Ana Lee’s voice is clear and sweet, delicate and seductive, finely tuned and enveloping all at once.

As finely tuned as the voice are the singer’s instincts in selecting her repertoire. In her debut CD, she chose not to rehash the obvious or to pander to the easy listen. Instead, Ana Lee showcases new compositions by talented contemporary paulista songwriters whose work is laced with poetry or penetrating social commentary, and whose love songs are maturely contemplative”.

Daniella Thompson – In Daniella Thompson on Brazil.
“A integridade do canto. Repertório valoriza a força poética das canções”

Rodrigo Browne – Jornal Gazeta do Povo – Curitiba – PR.

 

“Caprichado disco de estréia, música brasileira feita com elegância. (…) – Marcus Preto (revista da MTV, São Paulo).

 

“Cantando ora à capela, ora acompanhada apenas pelo baixo acústico em O Que Será – À Flor da Pele (Chico Buarque), Ana deixa evidente toda a beleza da voz e o domínio da técnica vocal. Mas a faixa é só o ponto de partida para um disco que chama a atenção pela delicadeza e sofisticação dos arranjos acústicos, em repertório bem equilibrado entre inéditas e regravações” (Rosualdo Rodrigues – Correio Brasiliense – Distrito Federal)

 

“Ana Lee arrisca (e acerta) com uma pungente versão voz e baixo acústico para “O Que Será – À Flor da Pele”. Estréia promissora (Jornal O Tempo – BH – MG).

 

“O CD Ana Lee traz a voz doce e aguda da intérprete a serviço da MPB de Chico César, José Miguel Wisnik e de novos compositores como Lincoln Antonio. – Rodrigo Pereira (revista Veja São Paulo)”.

 

“Uma das mais talentosas e promissoras cantoras atualidade: além da voz encantadora, Ana Lee mostrou, no disco de estréia que leva seu nome, muito bom gosto na escolha do repertório” (site Cantos Brasileiros).

 

0 Replies to “Mídia”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *